Receitas

Cuscuz Low Carb Com Pinhão – Receita e Benefícios

Procurando por receitas fitness? Aprenda aqui como preparar um delicioso cuscuz low carb com pinhão. Continue lendo o nosso post até o final para saber como fazer e quais são seus benefícios.

Uma das melhores formas de seguir bem uma dieta é variar o seu cardápio. Já é difícil ter que cortar os alimentos calóricos, ter o mesmo cardápio repetidamente é ainda pior, pois podemos acabar enjoando. Tente sempre incluir pratos diferentes. Pesquisando, você encontrar várias receitas light e que sejam saudáveis como esse cuscuz low carb com pinhão que iremos ensinar. Ele não engorda e oferece benefícios para o organismo como o emagrecimento. Quer aprender como fazer? Confira a seguir a sua receita e os seus benefícios.

Receita do Cuscuz Low Carb Com Pinhão

A seguir, iremos ensinar como preparar o cuscuz low carb com pinhão, mostrando a vocês todos os seus ingredientes e o seu modo de preparo. Em seguida, vamos mostrar também quais são os benefícios do prato.

Ingredientes:

  • 1 xícara de couve-flor (ralada)
  • 1 colher de ervilha
  • 1 colher de sementes de abóbora
  • 5 pinhões (triturados)
  • 1 colher de uva-passa
  • 1 gota de azeite de oliva
  • 1 pita de leite dourado
  • Sal, cebolinha, manjericão, cominho e açafrão-da-terra a gosto

Modo de Preparo:

Primeiro, refogue a couve-flor no azeite. Adicione o sal, a semente de abóbora, os temperos e os ingredientes restantes. Sirva-se com um pouco azeite.

Benefícios do Cuscuz Low Carb Com Pinhão

O goji berry é antioxidante, fornece energia, fortalece o sistema imunológico, alivia alergia e melhora a saúde dos olhos. O pinhão é antioxidante, retarda o envelhecimento, é rico em ferro e cobre, melhora a fadiga e alivia tensões musculares. A ervilha controla o peso, previne doenças cardiovasculares, melhora a saúde dos olhos, fortalece o sistema imunológico, aumenta os músculos e fortalece os ossos. A couve-flor melhora a saúde do coração, é anti-inflamatória, desintoxica o organismo e fornece benefícios ao sistema digestivo.

Esperamos que tenham gostado. Agradecemos a sua visita!

Autoria: Andreza Correa

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.